A correção deve ser com espírito de brandura.

Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo. Porque, se alguém julga ser alguma coisa, não sendo nada, a si mesmo se engana. Mas prove cada um o seu labor e, então, terá motivo de gloriar-se unicamente em si e não em outro. Porque cada um levará o seu próprio fardo.
‭‭Gálatas‬ ‭6:1-5‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gal.6.1-5.ara

Precisamos estar atentos às nossas vidas antes de dar conselho aos outros, pois todos somos tentados naquilo que nos agradou no mundo. E continuamos neste mundo, não é verdade! Logo, se estamos nos sentindo fortalecidos espiritualmente que possamos aconselhar quem esteja mais fraco, mas com brandura. Não só porque poderemos cair na mesma situação se enfraquecermos, mas porque não é bom ser ríspido e rígido com quem já está passando por dificuldades. O mundo já é mal o suficiente e ainda vamos tacar pedra em quem precisa de uma mão?

Muitos ainda querem conduzir o processo de restauração de outras vidas e gloriar-se por ter ajudado. Ora, é bom ajudar, mas não tomar para si a glória da melhora do irmão. Sem o Espírito Santo não há verdadeira restauração. Então, alegremo-nos em poder ajudar, mas não tomemos para nós o crédito. Isto também nos ajudará se alguém não aceitar nossos conselhos! Importa oferecermos a ajuda e o Espírito fazer a obra!

No final, a escolha é do indivíduo e cada um de nós estará diante de Deus para dar conta somente do que fizemos e deixamos de fazer em vida com os dons e oportunidades que nos foram dados. O nosso fardo é só nosso! Glórias a Deus que Jesus nos deu um fardo leve quando se ofereceu como sacrifício em nosso lugar! Ainda assim, podemos ajudar a carregar a carga uns dos outros, vivendo a plenitude do chamado em Cristo! Que Deus seja louvado e vivamos em amor!

Ano 2#58