Provação vs Tentação – Quais as semelhanças e diferenças?

Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam. Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.
‭‭Tiago‬ ‭1:12-15‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jas.1.12-15.ARA

Tenho acompanhado o adestramento de cães de trabalho e percebemos como tanto o cão como o condutor crescem juntos como um time. Para poder ser usada, por exemplo, na área de segurança de pessoas e instalações a dupla deve ser capaz de interagir e estabelecer um protocolo de observação, comandos precisos, obediência do animal e atitudes firmes no meio da agitação ou diante de um ou mais indivíduos que venham de maneira ameaçadora contra a dupla ou o grupo/local a ser defendido.

Não se permite que uma dupla assim seja colocada em atividade sem uma prova ou teste para verificar se estão em condições de realizar este trabalho. Passam por diversas fases e níveis de treinamento, e também, provas com graus de dificuldade crescentes, até passarem pelo juiz que dá a nota que irá para um órgão homologador daquele nível atingido. A preparação leva anos, mas o trabalho será realizado de forma segura e bem feita.

Assim é no Reino de Deus! Somos preparados em diversas circunstâncias da vida até sermos confrontados com os testes de Deus, a provação. Ser provado e aprovado é parte do processo para recebermos a homologação espiritual para atuarmos nestas áreas com segurança e sem sermos ameaça para a vida de outras pessoas. Ressentimentos não resolvidos geram problemas de relacionamento que impedem que novos relacionamentos sejam maduros e plenos. Sem passarmos pela provação do perdão não seremos aptos a amar de verdade e machucaremos muitas vidas porque não conseguimos abrir nossos corações, com medo de sermos machucados novamente.

A provação vem para sermos bem sucedidos nos passos seguintes de nossas vidas. Deus quer nos promover e nos usar como seus instrumentos, mas não quer que sejamos tropeço na vida de outros. Com Ele precisamos tirar boa nota, senão repetiremos de ano e ficaremos passando pelos mesmos problemas até aprendermos.

Já a tentação é proveniente da nossa própria cobiça, daquilo que desejamos estabelecer em nossas vidas e que muitas vezes é apenas desejo de nossos corações. Tentação é algo que nos tira do foco, é como se, durante o treinamento da dupla homem-cão do exemplo acima o treinador de ambos os desviasse do propósito para que errassem o exercício. Não é algo que um instrutor faria, mas que pode ocorrer em uma pista de adestramento quando alguém fala mais alto, entra com um brinquedo à vista do animal em treino, propositalmente fala alto um comando que transtorna a mente do animal ou do condutor, em suma, algo fora do propósito do treino e que atrapalha a dupla a atingir seu objetivo. Mas, veja que é algo que faz sentido no ambiente de treino e, muitas vezes, é desejoso para a dupla em treinamento.

Deus, sendo nosso “preparador” espiritual não nos tentará e sim o inimigo de nossas almas. No entanto, tentações superadas em nossas vidas servem de reforço ao treinamento quando vierem as provações. Em provas a dupla pode estar em um ambiente onde algum observador de fora gere um distúrbio e tire a atenção da dupla na hora da apresentação. A dupla há que se comportar corretamente, independentemente do ocorrido, pois estão em prova. Assim será também em nossas vidas.

A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
‭‭Mateus‬ ‭4:1‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/mat.4.1.ARA

Jesus foi preparado e a tentação do diabo não lhe serviu de provação, pois já era perfeito. Serviu para nos mostrar que, uma vez aprovados, não há tentação que nos tire do foco que é o Senhor!

Deus não nos tenta porque nos ama e quer o nosso bem. O diabo nos tenta porque quer o nosso mal e nos tirar do foco espiritual, trazendo nossos olhos para os problemas do mundo. Somos provados pela fé e tentados na carne. Se olharmos para os problemas que enfrentamos com os olhos da carne sucumbiremos ao erro do diabo e não conseguiremos nos desenvolver. Cabe passarmos com zelo pelo ensino espiritual diário e atentarmos para voz do nosso instrutor, o Espírito Santo. Não importa o barulho que o diabo faça ou os “brinquedos” que coloque à nossa frente, devemos olhar para o Senhor que nos instrui e prepara para o trabalho que teremos pela frente!

Estejamos atentos e nos preparemos nas lutas diárias e nas provações pois, ao passarmos por elas, receberemos a coroa da vida! Glórias a Deus!

Ano 2#197