#3_228 Nenhuma injustiça ficará impune!

A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e injustiça dos seres humanos que, por meio da sua injustiça, suprimem a verdade.
Romanos 1:18 NAA
https://bible.com/bible/1840/rom.1.18.NAA

Deus está irado com a injustiça humana. Se não estivesse não precisaríamos falar sobre a sua misericórdia, paciência e graça. Não precisaríamos de um salvador e nem do evangelho. Sem a compreensão da sua santidade e ira contra o pecado as Escrituras não passam de estórias que muitos não acreditam.

Deus também é amor e, por isso, nos enviou Jesus. Mas, também é justo e não deixará impune as nossas transgressões se não houver justificação! A obra de Cristo em nós está justamente na nossa necessidade de sermos restaurados em nosso relacionamento com Deus. Foi rompido no Éden e continua até o momento em que cada um é justificado em Cristo.

Sem esta justificação não há perdão. Sem perdão a justiça virá contra nós e seremos lançados no cárcere eterno, sem visitas, saídas ou pena reduzida. É só imaginar que a companhia no cárcere será o diabo e seus anjos que estarão sendo atormentados também! Tal entendimento deveria nos trazer temor.

Aqueles que não tem suprimem esta verdade e fazem de conta de que nada vai acontecer. Sabem que vai, mas vivem como se tudo fosse terminar bem. Não será assim, mas o cálice da ira será derramado sobre esta terra. O evangelho é o que de mais precioso poderia haver. É a saída, nosso passaporte para a liberdade, a visão do céu e nosso alívio!

Cristo é a resposta da ira, a misericórdia que veio até nós, nossa segurança para que não sejamos contados com os injustos, ainda que tenhamos sido de igual forma. Quando Jesus justifica é para sempre e não precisaremos de outro advogado. Não há prisão eterna com Cristo, mas liberdade eterna!

No temor seremos gratos por termos sido salvos e nos preocuparemos em levar este entendimento a outros. Cristo veio para buscar um número de pessoas que desconhecemos e a justiça virá quando este número for atingido. Até lá vivamos em santificação e obediência de quem é grato.

Nossas obras não salvam e nem nos mantém salvos, só Cristo o faz. Mas um coração agradecido opera a graça e a misericórdia recebidas. Arrependimento é mudar de comportamento e amar é o símbolo da nova vida dada por Cristo. Quem suprime a verdade não ama, é descrente e carregará sobre si todo o mal que pratica. Nenhuma injustiça ficará impune!