Não há vitória sem Cristo!

Quando Moisés levantava a mão, Israel prevalecia; quando, porém, ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque. Ora, as mãos de Moisés eram pesadas; por isso, tomaram uma pedra e a puseram por baixo dele, e ele nela se assentou; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um, de um lado, e o outro, do outro; assim lhe ficaram as mãos firmes até ao pôr do sol.
‭‭Êxodo‬ ‭17:11-12‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/exo.17.11-12.ara

Fui acostumado desde a infância a acreditar que Deus existia e via a tudo o que fazemos e que nos dá segundo as nossas ações. Porém, não fui ensinado a confiar que Deus poderia fazer muito mais em minha vida, pela vontade dEle em me abençoar, independentemente dos meus esforços. Ainda mais, que Deus, na Sua infinita misericórdia, poderia usar a minha vida para a glória dEle, ainda que eu não tenha feito algo para merecer isto.

Fomos ensinados a sempre esperar os resultados daquilo que fazemos por mérito nosso, mas a verdade é que este mérito depende da nossa formação física, intelectual e espiritual. Somos o resultado do cruzamento genético de nossos pais, do meio em que vivemos e do nosso empenho em diversas áreas, de acordo com os desígnios de Deus.

Somos capazes de obedecer e desobedecer, de entender e ignorar, de gostar ou não daquilo que deve ser feito, mas o importante é que temos sempre a oportunidade de enxergarmos e concordarmos com os planos de Deus para nós.

Enquanto ignorarmos os planos de Deus estaremos vivendo vidas egoístas e na nossa vaidade estaremos buscando os resultados pela nossa própria força. Não deve ser assim.

Moisés aprendeu que sua vida foi poupada para liderar um povo escravo à Terra Prometida, ainda que não se achasse em condições para isto. Seus planos foram mudados duas vezes, para deixar de ser um filho da filha de Faraó e se tornar o grande profeta e líder de Israel. Recebeu as tábuas da Lei e direcionou um povo por 40 anos no deserto.

Sob sua liderança o povo conquistou batalhas, mas era necessário que estivesse com a mão levantada. Quando se cansava o povo começava a perder, mostrando a dependência de Deus sobre eles, para se tornarem vitoriosos.

Não importa quão vitoriosos nos achemos, pois no final, tudo vem de Deus. O povo aprendeu a depender do Senhor ao ficar errante os 40 anos naquele deserto. Conheceram a dificuldade e o cuidado de Deus em suas vidas. Até que um dia entraram no lugar que deveriam conquistar.

Continuaremos a acreditar que vamos ser capazes de alcançar êxito porque temos todos os pré-requisitos ou vamos buscar em Deus a ajuda e agradecermos quando conquistarmos? Da mesma forma temos sido ensinados a buscar a salvação por nossos próprios esforços, por vaidade e ignorância de que os portais celestes pudessem ser conquistados sem a aquiescência do Senhor!

As credenciais celestiais dependem da vontade de Deus em nos dar. Devemos busca-la com todas as nossas forças, mas sem esquecer que Jesus Cristo é quem tem as chaves e o poder de nos transportar até lá. Prevalecer é consequência da misericórdia de Deus, pois não há quem mereça estar lá, ainda que seja a alma mais caridosa que possa existir.

Com a ajuda de Deus chegaremos aos portais eternos. Alcançaremos a Terra Prometida, porque aprouve a Ele nos chamar e salvar segundo Seu propósito. Temos a oportunidade de nos esforçarmos para que Ele veja nossa intenção de coração, mas a escolha é dEle e não nossa.

É como estar com muitos presentes nas mãos e sair para distribuir. Alguns estarão em lugares propícios para receberem independente de suas expectativas. Receberão porque estavam no lugar certo e na hora certa.

Há mérito nas nossas escolhas, mas não teremos salvação por isto. Teremos posições diferentes no reino por mérito, mas não o direito de entrarmos. Isto não é muito ensinado, não é mesmo?! Isto é a soberania de Deus e devemos nos alegrar porque nossos pecados nos fizeram estar longe e ainda assim Ele nos deu nova oportunidade em Cristo. Não por obras, mas pela graça.

Que possamos aprender a fé em Jesus Cristo, o presente de Deus para a humanidade. Jesus é a mão levantada que nos dá vitória. Sem ele, permaneceremos em nossos pecados e seremos derrotados eternamente…