Promessas devem ser mantidas!

Pois, quando Deus fez a promessa a Abraão, visto que não tinha ninguém superior por quem jurar, jurou por si mesmo, dizendo: Certamente, te abençoarei e te multiplicarei. E assim, depois de esperar com paciência, obteve Abraão a promessa. Pois os homens juram pelo que lhes é superior, e o juramento, servindo de garantia, para eles, é o fim de toda contenda.
‭‭Hebreus‬ ‭6:13-16‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/heb.6.13-16.ARA

Juramentos servem de garantia quando temos pessoas de palavra, que cumprem seu juramento ainda que venham a perder com isto. Estamos vivendo um tempo onde as pessoas não estão cumprindo com seus compromissos, onde negócios são feitos por contratos que possuem mais cláusulas de garantia do que do objeto de interesse da negociação.

Não deveria ser assim. Essa prática de não manter a palavra gera danos sociais irreparáveis. Estamos dependendo de cartórios para confirmar condições que possuem curta validade. Ou seja, até os cartórios estão perdendo a serventia, quando nem acordos nupciais hoje estão garantidos!

Uma sociedade sem comprometimento é levada ao sabor das circunstâncias, das condições relativas entre o que me interessa hoje, mas não mais amanhã. A falta de um propósito de longo prazo torna isto ainda pior. Vejamos a questão de casamentos, onde o objetivo seja a felicidade do indivíduo. Enquanto isto for verdade, então o casamento perdura. Mas, se o objetivo for fazer o outro feliz e terem uma vida plena juntos, perdurará tanto quanto se esforçarem por alcançar o objetivo.

Assim como exploramos o aspecto do Indivíduo vs Coletividade na mensagem 2#193 aqui novamente somos desafiados a enxergar as consequências do nosso compromisso não apenas conosco, mas para com a pessoa que recebeu a promessa da nossa parte. Sem garantias, como confiar em alguém? Como viver com pessoas que não sustentam suas palavras quando dirigem um negócio ou uma família? Sociedades são estruturadas por pessoas que edificam e isto não é feito sobre terrenos movediços, mas estáveis.

Deus não é mutável e nem a Sua palavra. Portanto, suas promessas são garantidas e, por isso, podemos ter fé! Ter fé em alguém é saber que ele/ela cumprirá a sua palavra, não é gerar expectativas sobre como ela deve agir. Se formos ler a Bíblia esperando que ela nos mostre um Deus segundo a nossa vontade seremos decepcionados. Mas, se conhecermos o Deus que está descrito na Bíblia e paramos de confronta-lo teremos nossa fé firmada. Assim é conhecer as pessoas e seus propósitos.

Precisamos ser coerentes com a nossa forma de agir e pensar, senão as pessoas não terão parâmetros para poderem confiar em nós. Confiança leva-se anos para conquistar e segundos para se perder, mas muitos estão colocando a confiança naquilo que querem acreditar e não no que as pessoas falam ou fazem, o que não é confiança, mas expectativa. Olhemos para Deus e O conheçamos. NEle não há mudança e podemos colocar todas as nossas esperanças, pois É fiel. Quanto a nós, busquemos ser da mesma forma, para que haja estabilidade em nossos relacionamentos.

Ano 2#199