Estamos limpos e prontos para sermos transformados?

Jesus sabia que o Pai lhe dera autoridade sobre todas as coisas e que viera de Deus e voltaria para Deus. Assim, levantou-se da mesa, tirou a capa e enrolou uma toalha na cintura. Depois, derramou água numa bacia e começou a lavar os pés de seus discípulos, enxugando-os com a toalha que estava em sua cintura.
‭‭João‬ ‭13:3-5‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/jhn.13.3-5.nvt

Na noite em que Jesus foi traído ele tomou a ceia com os seus discípulos e explicou sobre o que iria ocorrer com ele no dia seguinte. É um momento poderoso descrito em vários capítulos pelo apóstolo João que detalha cada palavra deixada por Cristo. É impressionante a expressão de amor de Jesus para com eles, sendo a preparação para que entendessem o ministério de Jesus e deles próprios na Terra.

Jesus passa a lavar os pés dos discípulos que estiveram com ele todo aquele tempo e era hora da despedida. Judas ainda estava entre eles, e ainda não havia ido entrega-lo aos Fariseus a troco de 30 moedas de prata. Pedro não se achou digno de receber este presente, e realmente não era. Mas, Cristo deixou claro que se ele não fizesse isto a Pedro, então Pedro não teria parte com ele no reino. É importante entendermos que é Jesus quem nos escolhe e completa a sua obra em nós. Se Jesus não nos justificar, de modo nenhum poderemos estar com ele, ainda que tenhamos partido o pão na ceia.

Judas teve a mesma oportunidade de estar e ser servido por Jesus e ainda assim o negou! Nega-lo é não confiar nele como Filho de Deus que nos perdoa de nossos pecados e nos trás um reino de paz. Judas quis um outro reino e não seguiu com Cristo. Ele não estava limpo como os demais, pois a Palavra da fé não entrou em seu coração. Pedro rapidamente desiste de teimar e aceita de bom grado este amor de Jesus para com os seus discípulos! Verdadeiramente a graça de Deus está em Jesus, pois não somos dignos dele, mas ele nos ama, nos chama e nos limpa de nossos pecados.

Jesus mostrou o que é servir com amor e por amor e seus discípulos entenderam quando chegou a hora de servirem também. Com exceção de Judas que se matou por te-lo negado e de João a quem não conseguiram martirizar e que viveu exilado no fim da vida, todos eles acabaram sendo perseguidos e mortos também, pois amaram as pessoas a ponto de perderem suas vidas por elas! O amor de Jesus é transcendental, trazendo poder para transformar aqueles que são tocados por Cristo.

Naquela noite, Jesus intercedeu diante de Deus por aqueles que permaneceram e pelos que viriam a crer nele, e foi para o monte orar em preparação à todo o sofrimento que teria de passar. Seus discípulos estiveram com ele até o momento em que foi preso e levado diante dos religiosos que detinham o poder em Jerusalém. Foi levado porque ele assim permitiu, para que se tornasse o sacrifício perfeito. Seu sangue tornou-se a Nova Aliança, para com os homens a quem ele quer bem!

Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e o abençoou. Em seguida, partiu-o em pedaços e deu aos discípulos, dizendo: “Tomem e comam, porque este é o meu corpo”. Então tomou o cálice de vinho e agradeceu a Deus. Depois, entregou-o aos discípulos e disse: “Cada um beba dele, porque este é o meu sangue, que confirma a aliança. Ele é derramado como sacrifício para perdoar os pecados de muitos.
‭‭Mateus‬ ‭26:26-28‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/mat.26.26-28.nvt

Temos uma nova aliança em Cristo, uma aliança construída na fé daquele que morreu para nos dar vida abundante. Não poderíamos comprar com obras a nossa justificação. Não há como pagar pelos pecados que praticamos. Não há obra nossa que possa cobrir pecados se não for no amor que o próprio Jesus nos entregou na cruz! Estas obras de amor sim, cobrirão e perdoarão pecados de outros, pois estaremos lavando os pés uns dos outros, mas não os nossos próprios! (Tiago 5.20)

Temos de refletir neste presente a nós entregue por Deus, em Cristo Jesus, para que possamos viver na plenitude da graça e leva-la a outros. Assim recebemos, assim entregaremos! Grande é o amor de Deus por nós! Esta aliança é perpétua e dependeu de Deus e não de nós! Se a recebermos, ninguém poderá tira-la de nós. Mas nem todos a receberão, pois procuram um outro reino que é baseado nos valores terrenos da ganância e da vaidade. Estes, ainda que tenham tomado a ceia do Senhor, não estão limpos pois não se deixaram transformar pelo Verbo da vida!

Que possamos tomar a ceia de coração e mentes abertos ao amor de Deus e sua obra redentora. Pela fé em Cristo seremos salvos e seu amor estará para sempre em nós, um amor transformador e impactante! Esta é a aliança prometida em Cristo e está disponível a todos! Creiamos nele e sejamos limpos e sirvamos uns aos outros em amor fraternal!

Ano 2#35