Adoremos pela liberdade conquistada em Cristo!

Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, porque visitou e redimiu o seu povo, e nos suscitou plena e poderosa salvação na casa de Davi, seu servo, como prometera, desde a antiguidade, por boca dos seus santos profetas, para nos libertar dos nossos inimigos e das mãos de todos os que nos odeiam; para usar de misericórdia com os nossos pais e lembrar-se da sua santa aliança e do juramento que fez a Abraão, o nosso pai, de conceder-nos que, livres das mãos de inimigos, o adorássemos sem temor, em santidade e justiça perante ele, todos os nossos dias.
‭‭Lucas‬ ‭1:68-75‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.1.68-75.ARA

Zacarias louva a Deus pelo nascimento de seu filho, João Batista! Cheio do Espírito Santo profetizou sobre o Messias prometido e sobre a obra que João faria. Uma das palavras declaradas é como a liberdade de inimigos nos conduzirá a uma adoração profunda, mas não teremos mais preocupações ou amarrações que nos impeçam ou atrapalhem na comunhão com Deus!

A estratégia militar de gerar atrito nas forças inimigas é muito antiga e a mais comum de ser aplicada. Basta enviar um problema sobre uma tropa e ela mesmo se retirará ou destruirá a si mesma. Era comum lançar corpos de pessoas que haviam morrido para dentro dos muros de cidades sitiadas, isolar as linhas de suprimento para causar fome, gritar mensagens de desânimo, e todo o tipo de maldades para que o inimigo perdesse a vontade de lutar.

Assim ocorre na vida espiritual também. Somos bombardeados com palavras de derrota, sofremos levantes para dificultar nossa caminhada, lançam brigas e disputas contra nós e isto nos impacta de maneira a perdermos força e alguns até a fé. Quando Zacarias declara a presença de Deus ele está falando da solução, da mudança da situação!

Com Deus não há inimigos que possam nos impedir de caminhar. O Senhor é nosso escudo e fortaleza, socorro bem presente durante tribulações (Salmos 46.1)!!!!! Sem a presença de inimigos temos liberdade de viver, caminhar, comungar em festas, e nos alegrarmos com a liberdade!

Zacarias fala de um estado de graça onde a nossa atitude é de gratidão que nos leva à adoração! Mas, não devemos adorar pelo que estamos passando agora, pois Zacarias louvou porque viu o livramento que só ocorreria décadas mais tarde em termos espirituais e ele mesmo não viu a libertação do jugo Romano em seus dias!

Nossa adoração está atrelada a sabermos que Deus nos abençoou em Cristo Jesus e já somos livres dos pecados! Temos o Espírito Santo a nos guiar e nos fortalecer em cada dificuldade que passarmos. O Consolador é nosso acompanhante e está nos ensinando também a adorar o Pai! Que hoje nos recordemos desta verdade, que a graça revelada em Cristo nos libertou da morte pelos pecados e nos dá nova vida para glorificarmos a Deus!

Adoremos em todo o tempo, não pelo hoje, mas porque já estamos predestinados à vivermos com o Senhor por meio da fé em Cristo!!!!

Ano 2#172