Ainda que a morte se aproxime Jesus está ao alcance de nosso clamor!

Tomaram eles, pois, a Jesus; e ele próprio, carregando a sua cruz, saiu para o lugar chamado Calvário, Gólgota em hebraico, onde o crucificaram e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio.
‭‭João‬ ‭19:17-18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.19.17-18.ara

Dois homens condenados tiveram Jesus como companheiro de crucificação. Enquanto Jesus não tinha pecados ou motivos para ser condenado aqueles dois tinham, pois eram condenados na lei dos homens por muitos crimes.

Ambos foram erguidos e cada um deles ficou de um lado de Jesus. De início, ambos blasfemaram de Jesus, como muitos a volta o fizeram. Mas, um deles parou para enxergar a sua transgressão e como estavam ali em situação desigual. Reconheceu que Jesus não merecia estar ali com eles e entendeu a santidade e poder que Jesus tem.

Este malfeitor, então, mudou sua postura e passou a criticar o outro malfeitor que estava com eles ali. E declarou a Jesus que o reconhecera como Senhor, clamando por misericórdia, pois o momento de sua morte estava muito próximo! Jesus recebeu aquela entrega e este foi o primeiro pecador a poder receber a salvação pela graça, através da confissão de fé em Cristo Jesus!

Muitas vezes não conseguimos relacionar a nossa vida com a daqueles dois malfeitores, mas se entendermos que até o momento em que não fazemos conta de Jesus em nossas vidas continuamos com a sentença de morte espiritual, percebemos que a única diferença é que não estamos pregados no madeiro e nem conseguimos enxergar a Jesus ao nosso lado.

O fato é que temos hoje a oportunidade de nos arrependermos de nossos pecados e reconhecermos a santidade do Senhor e clamar a ele que nos receba em seu reino. Não há oração mais simples e efetiva do que esta! O amor de Deus nos alcança aonde a presença dele é manifesta.

Reconheçamos nossa condição e a glória do Deus bendito. Que os nossos olhos espirituais sejam abertos e possamos encontrar Jesus ao nosso lado, pronto para clamarmos a ele por sua misericórdia! Não percamos a oportunidade, pois em pouco tempo a morte física chega, muitas vezes sem aviso.

Há uma sentença de morte e um salvador, e já estamos no caminho para o tribunal. No fim, prevalecerá quem estiver com o Senhor Jesus, como suas ovelhas, guardadas em suas mãos cravejadas para o nosso benefício!