Devemos buscar o Filho se quisermos o Pai.

O Pai ama ao Filho, e todas as coisas tem confiado às suas mãos. Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.
‭‭João‬ ‭3:35-36‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.35-36.ara

O evangelhista e apóstolo João mostra claramente que sem conhecermos a Cristo não teremos oportunidade de entendermos verdadeiramente o Pai. Quem não conhecer o Filho não conhecerá o Pai. E o desconhecimento de Deus nos leva a uma vida longe de seus propósitos.

O que fazer quanto a isto? Os que já creem devem expressar a vida de Cristo para ser manifesta aos que não creem ou não o conhecem. Sem testemunho, apenas com sinais e prodígios a atenção do descrente será alcançada. Deus providenciará que uma ou outra aconteça através de seus servos!

A vida eterna começa na transformação do caráter do homem para refletir a imagem e semelhança de Deus. Enquanto a transformação do caráter é obra do Espírito Santo, o testemunhar o novo caráter é a nossa obra. Assim é a cooperação entre nós e o Espírito. Sem ele não há renovação de vida, mas ele não realiza as obras que cabe a nós realizarmos.

Portanto, não receber o Espírito através da fé em Cristo é permanecer na busca de obras que não glorificam a Deus, ou realizar obras para tentar mostrar que merecemos a salvação ou nem uma coisa e nem outra. Sem termos o propósito alinhado com Deus é como jogarmos futebol sem sabermos para que gol correr. Queremos jogar e chutar, mas sem entender o motivo ou o objetivo a alcançar.

Cristo nos dá a verdadeira motivação, objetivo e a explicação de quem é Deus. Até entendermos isto permaneceremos na ilusão de sabermos quem somos e para onde vamos. Na nossa arrogância permaneceremos na rebeldia, mas na nossa humildade encontraremos a direção em Cristo para seguirmos no amor de Deus.

Ano 2#67