Sentimos júbilo por conhecermos a Cristo?

Depois de ouvirem o rei, partiram; e eis que a estrela que viram no Oriente os precedia, até que, chegando, parou sobre onde estava o menino. E, vendo eles a estrela, alegraram-se com grande e intenso júbilo. Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.
‭‭Mateus‬ ‭2:9-11‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.2.9-11.ara

Quantos anos os magos do oriente esperaram pela profecia do nascimento do Messias? Quanto tempo viajaram para poderem vê-lo e adora-lo? Qual o tamanho da alegria ao observarem uma estrela os guiando até o ponto certo? Não havia mapa, GPS e nem o rei sabia onde estava o menino!

Os magos que foram ao encontro de Jesus tiveram uma experiência superior que os judeus de sua época, pois não só esperaram pela promessa, mas buscaram ter um encontro verdadeiro com o Messias. Eles não duvidaram e foram até o rei Jesus, aquele que traria uma mudança eterna na história da humanidade. Levaram tesouros de presente, pois reconheceram a majestade e o poder do Senhor!

Será que hoje enxergamos o valor de Cristo? Tenho escrito a respeito disto nas últimas mensagens. Parece tudo muito “fastfood”, um evangelho da graça sem conhecimento e poder, onde Jesus é um nome pouco conhecido e menos ainda considerado como poderoso. Isto deve ter ocorrido porque nos acostumamos a ver um mundo dividido entre o bem e o mal, mas imagine um mundo onde Jesus ainda não havia passado e só se conheciam guerras, fome, doenças e pobreza em larga escala?

Um mundo sem Jesus não pensa em se arrepender de injustiças praticadas, crimes cometidos, adultérios ou de viver apenas em vaidade. Não há preocupação com o próximo e vale tudo. O homem no centro gera caos social, mas estamos em um tempo onde Cristo passou e há muitos pecadores arrependidos lutando para que o amor prevaleça e o pecado seja extinto.

Mas, estes Cristãos não permanecerão para sempre na Terra e, então, a ira de Deus recairá sobre os que ainda habitarem aqui. Jesus Cristo é a diferença na vida das pessoas. Só há o antes e o depois de Cristo. Os magos vieram do oriente onde este Jesus era esperado e muito desejado. Será que nossa sociedade o enxerga da mesma forma? Será que lhe damos a mesma honra? Será que as nossas vidas se tornaram presentes ao rei dos reis?

Cristo está vivo nos céus e ao alcance de nossas orações. Não precisamos andar centenas de quilômetros no deserto, mas dobrar os joelhos. Não precisamos entrar na casa onde estava com a mãe, pois agora está nos céus ao lado de Deus, o Pai. Nossas vidas em obediência e adoração serão os presentes e tesouros que podemos apresentar para lhe agradar. Isto trará glória ao nome de Deus e poderemos nos alegrar quando o virmos pessoalmente naquele dia. Nosso GPS é o Espírito Santo que nos levará à presença do Senhor todos os dias.

Que possamos buscar o Senhor a todo tempo e vivermos para a glória dEle. Não seremos envergonhados, mas pelo contrário, seremos vencedores do pecado e luzeiros em um mundo caído enquanto foge da luz de Cristo. Não sejamos como os religiosos que não esperavam a promessa, mas apenas fingiam esperar e acreditar, vivendo preceitos, regras e desobedecendo os desígnios de Deus. Contra isto virá a justiça do Eterno, um castigo que ninguém deseja e precisa de escape. Jesus é a resposta e isto deveria ser a alegria de toda a humanidade!

Ano 2#142